3 motivos para não morar em Curitiba. Será?

Curitiba é famosa porque durante anos manteve o posto de capital com maior índice de IDH do país. Conhecida por ter um transporte público eficiente, a cidade é planejada e, ao contrário do que diz a lenda, as pessoas são bem receptivas.

Curitiba é famosa porque durante anos manteve o posto de capital com maior índice de IDH do país. Conhecida por ter um transporte público eficiente, a cidade é planejada e, ao contrário do que diz a lenda, as pessoas são bem receptivas.

Aliás, o povo curitibano está acostumado a receber novos moradores, já que muita gente vem pra trabalhar, ou empreender, e isso movimenta a economia local. Mas, realmente, não é uma cidade perfeita, então listei três pontos de atenção para quem pensa em vir morar na capital paranaense.

Não tem praia

Vamos aproveitar para esclarecer que, ao contrário do que dizem por aí, aqui não tem praia!

Por outro lado, Curitiba tem muitos parques e bosques, museus, opções de lazer ao ar livre e trilhas próximas, como o Caminho do Itupava e a Serra do Marumbi. Nos dias de muito calor, os curitibanos aproveitam para explorar as cachoeiras que existem na região.

A cidade também está a poucas horas do litoral e de sítios históricos do Paraná, como Morretes e o Parque Estadual de Vila Velha. Ou seja, opções de lazer não faltam.

Imagem área da Ilha do Mel
Ilha do Mel/PR
Foto da cidade de Morretes no Paraná
Morretes/PR

 

 

 

 

Faz frio e tem muitos prédios antigos

Sim, aqui faz frio! Durante uma boa parte do ano a temperatura varia entre 16 e 25 graus. Um tempinho gostoso, perfeito pra comer bem e curtir as belezas da cidade (sem suar).

quatro fotos: a primeira é uma imagem dos monumentos do Parque Tingui, a segunda foto é da Rua XV de Novembro, a terceira é a casa Anita e a última é da Praça do Japão
Parque Tingui | Rua XV | Edifício Anita | Praça do Japão

Curitiba tem uma vibe artística, murais lindos pintados pela cidade e teatros, frutos do incentivo à cena cultural.

Além disso, a cidade tem uma forte tradição gourmet, com várias restaurantes e até mesmo bairros conhecidos por sua gastronomia, como Santa Felicidade, que conta com quase 350 estabelecimentos, a maioria voltada para a culinária italiana. Curitibano é bom de garfo!

O Curitibanês

Ele é forte e no começo você fica perdido, sem saber o que a pessoa quis dizer com “piá”, “penal”, “japona”, “vina”, enfim, várias coisas, mas depois de alguns meses já está pedindo uma “bera” em algum point como o Hauer, a rua Vicente e a Itupava.

Ficou curioso pra aprender mais palavras? 

Além de bera, o curitibano está apreciando cada vez mais os bons drinks, pois nos últimos anos surgiram muitas opções de bares com propostas inovadoras.

Convencido a não morar em Curitiba?

Eu bem que tentei, mas nem esses três  motivos são páreo para tudo que a capital da Rússia brasileira tem pra oferecer.

Se você busca qualidade de vida, combinada com boas oportunidades de emprego, Curitiba é um ótimo lugar pra você se aventurar.

Até a próxima.

Um comentário sobre “3 motivos para não morar em Curitiba. Será?”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *