Checklist básico para criar produtos incríveis

O design de produto aqui no EBANX é muito novo. A cada dia que passa temos novos aprendizados com relação aos nossos produtos, usuários e ao mercado.

O design de produto aqui no EBANX é muito novo. A cada dia que passa temos novos aprendizados com relação aos nossos produtos, usuários e ao mercado.

Apesar da correria do dia-a-dia, sempre procuramos nos atualizar, seja através de artigos, congressos, workshops ou reunindo o time de design para discutir tendências, tomar decisões ou trocar informações valiosas pra desenvolver nossos trabalhos e iterar os produtos.

O foco dos Squads (pequenos times multi-disciplinares dedicados a um produto ou feature) é um pouco diferente entre si. Algumas coisas funcionam pra uns e pra outros não. No meu caso, esbocei uma lista de princípios, que me guiam no dia-a-dia e quando preciso tomar uma decisão importante, que vem funcionando no meu trabalho e procuro sempre ter ela por perto pra ter certeza de que não faltou nada.

Essa lista faz muito sentido pra mim e espero que inspire você a criar a sua própria, pra realidade do produto e do negócio em que você trabalha.

1. Antes de qualquer coisa, defina o problema.

O design existe, acima de tudo, para resolver problemas e facilitar a vida dos usuários. Por isso é muito importante existir uma sintonia entre todos desde o início do projeto. Saber os objetivos, prazos, como fazer, com quem fazer e por que fazer são questões básicas a se discutir.

2. O foco é sempre no usuário

Numa equipe multi-disciplinar, vão existir alguns integrantes que vão defender a tecnologia, outros vão defender os lucros. Nós, como designers, somos os principais representantes dos usuários dentro de uma sala de reunião. Toda e qualquer decisão que tomamos precisa ter o usuário como prioridade.

3. Fale a língua do usuário e decida por ele

Como defensores dos usuários, precisamos saber interpretar seus desejos e tornar tudo mais fácil para ele. Antes de colocar personalidade num texto, é importante deixar a interface clara através de descrições objetivas e úteis. Cumprindo isso, solte a mão para tornar a experiência do usuário ainda melhor. E não tenha medo de tomar decisões pelos usuários. Menos opções e escolhas vão evitar com que eles se percam e vai deixá-los mais confiantes pra tomar uma decisão.

4. Hierarquia visual e consistência

A organização é uma das várias qualidades que precisam estar intrínsecas em cada designer, mas muitas vezes nós deixamos passar detalhes. Seja por pressa, ou pelo nível de importância de determinado produto. Mas em todo o projeto, independente do tamanho, é muito importante existir uma coerência entre os elementos. As vantagens do produto precisam ficar em evidência, para gerar conversão. O usuário não deve perder tempo tentando descobrir o que aqueles botões de diferentes cores, tamanhos e formatos vão fazer.

5. O bom design performa

Um layout bonito, bem pensado graficamente, com elementos incrivelmente esculpidos é o mínimo que se espera de um profissional que se dispõe a trabalhar com design. Mas é importante lembrar que a palavra Design não significa exatamente “desenho”, “arte”. “To Design” tem um significado muito simples e direto: projetar. É nisso que devemos nos cobrar diariamente. Projetar produtos incríveis, úteis, funcionais, fáceis e bonitos. Pois no final do dia, nossas interfaces não estarão penduradas em alguma parede no Louvre, mas sim trabalhando a favor dos negócios. Convertendo, vendendo e gerando receita.

6. Um produto nunca está pronto

Pode parecer confuso, mas se você considerar que o produto que você criou está “pronto” e não precisa mais ser trabalhado, é porque ele já está morto. Nenhum bom projeto (design) está finalizado. Então não tenha medo de jogar tudo fora e começar de novo, trocar elementos no meio do caminho e fazer testes. Um bom design deve estar sempre envolvido e evoluindo com o negócio. Qualquer funcionalidade precisa de tempo pra melhorar. Uma vez lançada, a avaliação de desempenho e iteração deve ser o foco.

PS.: Assim como qualquer produto que nunca está pronto, essa lista também já sofreu e vai sofrer alterações.

Alan Pereira – Designer de Produto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *